BarberCabelos

A Volta Dos Mullets: Saiba Tudo Sobre Esse Corte

Que a moda é cíclica todo mundo sabe, e você mesmo já deve ter se dado conta disso. Um ótimo exemplo são as roupas com aspecto vintage, como as calças com pregas e camisas estampadas, que voltaram com tudo no vestuário masculino nesses últimos anos. No entanto, não é só o mundo fashion que traz de volta os itens retrô: alguns estilos de cabelo, como o mullet, também vêm fazendo sucesso.

Mullet É Marcado Por Laterais E Topo Mais Curtos Que A Nuca

O mullet é um corte que ficou bastante conhecido nos anos 1990, marcando definitivamente época aqui no Brasil. Esse estilo podia ser visto em todos os tipos de públicos e de texturas capilares. Já hoje em dia, ele pode ser adaptado para um estilo similar, que é o shaggy, uma variação mais moderna dos mullets.

Se você quer saber em mais detalhes como é um mullet, em sua essência, o especialista em cortes Loren Beneditto nos revela as suas características fundamentais: “O mullet, necessariamente, tem o topo e as laterais mais curtas que a nuca. O shaggy é em camadas e graduações, além de contar com uma franja, como alguns mullets podem ser. Mas a lateral desse corte ainda é longa, e não tem uma diferença tão abrupta de comprimento entre nuca e parte lateral, como ocorre nos mullets”, aponta.

>Separamos mais 7 penteados Vikings para você se inspirar

Esse Estilo Não Necessita De Um Tipo Específico de Cabelo

Outro ponto interessante que torna o mullet um estilo bem diverso e democrático é que ele não necessita de um tipo específico de cabelo ou de personalidade para ser reproduzido. Isto é, não há uma textura de cabelo ou perfil pessoal específicos, que sejam candidatos perfeitos para ostentar um mullet. Esse corte peculiar vai na contramão dos padrões e pode ser utilizado tanto por homens  quanto mulheres.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Miley Cyrus (@mileycyrus)

Miley Cyrus se apresentou no VMA 2020, premiação da MTV, ostentando o corte, enquanto Rihanna também apostou no look em vídeo de lançamento da linha Savage x Fenty. Barbie Ferreira, de “Euphoria”, mostrou, em seu Instagram, que também é adepta do visual.

Beneditto explica um pouco da parte histórica do estilo e do que ele transmite no visual: “Particularmente, eu amo mullets cacheados, desestruturados, coloridos ou geométricos. E o que personifica o mullet de cada um é isso, a identidade pessoal que ele expressa. Ainda, o corte é indicado a todos que são fãs de David Bowie e Chitãozinho e Xororó (risos). O mullet dos anos 1980 e 1990 foi marcado tanto pela rebeldia, quanto pelo conservadorismo, porque ele foi adotado amplamente por todos os públicos. Acredito que a volta desse movimento possa também atingir primeiramente as pessoas mais ligadas à moda”, opina.

>O Ombré Hair masculino existe sim, e é tendência!

Variações Com Mechas E Descolorações Permitem Explorar Mais Os Mullets

Para você que está numa fase de experimentação capilar, por si só os mullets já são um “ponto fora da curva” no quesito do corte de cabelo. No entanto, se essa alternativa ainda estiver muito comum e já cômoda para você, então é hora de ir além. Investir em procedimentos que alterem a cor dos fios, como iluminações e luzes, podem tornar o seu mullet ainda mais especial, com uma assinatura visual que represente bem o seu estilo.”Como aqui no Brasil temos uma variação muito grande de fios, texturas e cores, acho que lançar mão destes recursos se torna mais legal ainda para explorar o mullet que existe na gente, no nosso povo. Até porque, sim, a tendência de mechas coloridas vem forte”, destaca Loren.

Loren Beneditto é especialista em cortes curtos e barba na Casa Jupiter, localizada no bairro de Pinheiros, São Paulo – SP | Instagram

Comment here